quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Semente / Tempo

Sou semente.

Na terra seca sou semente e quero vingar.

Há um mundo inteiro a ser erguido.

Centelhas de bondade e de esperança germinarão.

Um novo tempo de milagre baterá à porta.

Será tempo de colheita ao coração machucado, à espreita, ansioso...

Tempo de viver.

Um comentário:

Iaiá disse...

"Será tempo de colheita ao coração machucado"
Tomara...